Saltar os Menus

Notícias

3 de Dezembro de 2018

Carlos Calvet

O voo da pedra I, Ruínas do Convento do Carmo, Lisboa  Gelatina e sais de prata, Dimensões 40 x 50 cm Coleção Nacional de Fotografia, CNF 2488

O voo da pedra I, Ruínas do Convento do Carmo, Lisboa
Gelatina e sais de prata, Dimensões 40 x 50 cm
Coleção Nacional de Fotografia, CNF 2488

 

A construção da igreja e Convento do Carmo remonta ao ano de 1389, impulsionada pelo desejo e devoção religiosa do seu fundador, o Condestável do Reino, D. Nuno Álvares Pereira. Em 1755, o terramoto, que abalou com violência a cidade, provocou graves danos no edifício, agravados pelo subsequente incêndio. No ano de 1756 iniciou-se a sua reconstrução, já em estilo neogótico, interrompida definitivamente em 1834, devido à extinção das Ordens Religiosas em Portugal. As ruínas do Carmo transformaram-se, assim, num memorial do terramoto de 1755.

Esta notícia foi publicada em 3 de Dezembro de 2018 e foi arquivada em: Arquivos e Coleções, Documento do mês.